Capítulo 1º – Palavras-chave

De hoje em diante apresentar-vos-emos em capítulos tudo aquilo que devem ter em conta aquando do estudo da viabilidade de um SAAP.

Palavras-chave:

 

Precipitação

Fenómeno meteorológico que se traduz na queda de água, no estado sólido ou líquido, na superfície terrestre. 

Água pluvial

Água precipitada que não foi objecto de qualquer utilização susceptível de a contaminar.

Escoamento superficial

Parcela da precipitação que se escoa à superfície, por acção da gravidade. 

Água não potável

Água que, tendo em atenção as utilizações previstas, não cumpre os valores paramétricos de qualidade exigidos na legislação aplicável.

 

Área de captação

Local onde é recolhida a água da chuva, projectada em planta.

Coeficiente de escoamento superficial

Coeficiente adimensional, função das características da superfície, que representa a relação entre o volume total de escoamento superficial num determinado período de tempo e o volume total precipitado nesse período.

 

Ligação ou conexão cruzada

Qualquer ligação ou dispositivo que una uma rede de água potável com uma rede de água não potável e que não salvaguarde a potabilidade da primeira.

Reservatório ou cisterna

Todos os locais que recolham a água da chuva e que, devido às suas características, permitam a conservação da água para utilização não potável.

Backflow (escoamento inverso)

Em sistemas de aproveitamento de água pluvial, designa-se por backflow o retorno de águas da chuva ao ciclo convencional, com origem na descarga de emergência (overflow) da cisterna ou no equipamento de filtragem.

By-pass

Circuito alternativo que deverá ser previsto nos sistemas de aproveitamento de água pluvial, para garantir o ou suprimento da rede não potável em caso de necessidade (falha de energia, etc.).

O by-pass deverá ser dotado dos dispositivos que se considerem técnica e sanitariamente necessários para o seu correcto funcionamento.

Sistema de bombagem

Equipamento que se destina a pressurizar a rede de abastecimento da água da chuva, com o objectivo de suprir os fins estabelecidos em cada projecto.

Unidades de controlo

Sistemas electrónicos desenvolvidos para o funcionamento automático dos SAAP, que permitem o by-pass automático entre a rede de abastecimento potável e a rede não potável, impedindo a conexão cruzada.


About this entry